domingo, 28 de dezembro de 2008



NOSSOS GUERREIROS PERDERAM A PRIMEIRA BATALHA






Rodrigo Minotauro e Wanderlei Silva, talvez os mais experimentados lutadores de vale tudo do País, voltaram ontem, dia 27/12, ao octágono.
Ambos com 32 anos e após um longo tempo inativos, retornaram para quebrar o tabu em torno da idade.
Os torneios da UFC, são pesadíssimos.
Ontem em Las Vegas, Minotauro enfrentou Frank Mir, sendo derrotado no segundo assalto. Estava irreconhecivel, não demonstrando ao público que tanto o conhece um terço da sua capacidade.
Wanderley Silva pegou o velho conhecido Quinton Jackson, o qual perdeu por nocaute (vide lutas 1 e 2 no youtube), e feios nocautes, para o Wanderlei.
Sem cancha de luta, após ter estudado por todo o primeiro assalto ao adversário, partiu para o ataque, uma vacilada de guarda aberta concedeu a Jackson um cruzado de esquerda certeiro, na ponta do queixo.
Estava encerrada a luta.
O que posso afirmar é que os nossos lutadores são famosos e admirados no mundo das lutas não por mero acaso, sem dúvidas, são portadores de técnica e destreza sem comparação.
O que houve tanto com o Minotauro como com o Wanderley é que os esparçamentos entre as lutas são muito grandes, tirando muito a adaptação e foco de combate.
Certamente não são os 32 anos de cada um que pesou, pois temos no UFC e no Pride, atletas com mais de 40 anos, alguns beirando os 50 e alguns até com mais de 50.
Falta é mais lutas.
As lutas são muito bem remuneradas e os serviços que as envolve explora ao máximo o evento, portanto, uma luta de um atleta de ponta pode ter um espaço de até um ano.
Fiquem tranquilos pois os nossos guerreiros estarão de volta rapidinho e em plena forma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário