sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Sionismo, com certeza uma forma de racismo.

(Sabra-Shatila, campo de refugiados de palestinos, mortos na década de 80. O exército de Israel massacrou 1.050 refugiados, em barracas de campanha . Quase todos os mortos eram crianças, como as de cima. Pergunto: serão os judeus os verdadeiros filhos de Deus? Não seria este caso um Holocausto? Este é apenas umas das mortes patrocinadas pelos judeus, há muitas e muitas outras. Leiam a respeito e tirem suas conclusões).

Gostaria muito que me explicassem o por que de se manter como uma tradição inquebrantável o tal “SIONISMO”.
Até onde se clamar o povo escolhido por Deus dá o direito de matar desordenadamente.
Novamente o Oriente Médio vive o clima da morte.
Estou deixando de admirar os Judeus e a repensar a sua história, principalmente a contemporânea, principalmente os motivos pelos quais o povo Judeu, vez por outra, corre risco de genocídio.
Implacáveis irredutíveis, donos das finanças do mundo, matam, matam e matam.
Não há lugar no meu mundo para essa sociedade ortodoxa e extremamente racista.
Povo que mora no País dos outros, usam da sua economia, fecham-se ao relacionamento com os aborígines e ainda olham-nos como inferiores, com criaturas de Deus e não como filhos.
Resolvam-se colônia judaica brasileira no sentido de pressionar Israel para que coexistam pacificamente, sem subjugo dos povos árabes.
Temo que no mundo todo haja revolta contra o seu povo, pois já é muito o que vemos sem podermos fazer nada. Imaginem aqueles que têm seus filhos mortos, que diante de suas casas vêm um muro da vergonha levantado pelo “Povo escolhido por Deus”.
Espero que o governo brasileiro haja prontamente contra as atrocidades de Israel, as quais por sinal anos após anos vêm ocorrendo sem o mínimo de reprimenda do mundo ocidental.
QUERO VER SE FILHO DE DEUS TEM PIEDADE E CONCÓRDIA NO CORAÇÃO. CASO CONTRÁRIO, CREIO QUE SEJAM FILHOS DE OUTRO DEUS.... O DEUS DAS TREVAS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário