sábado, 15 de janeiro de 2011

Chael Soneen, mais um americano idiota .....futura vítima do Wanderley Silva.

Wanderley, o nosso vingador
O BOSTA
Para quem não sabe, Chael Soneen é um sociólogo que tem como profissão as Artes Marciais. É lutador do UFC americano, que congrega um número considerável de gladiadores do século XXI.
Bom, por que escolhi falar desse IDIOTA AMERICANO? Por que é mais um atleta, se é que posso chamar esse indivíduo de atleta, que se dispôs a falar mal dos atletas brasileiros e dos próprios brasileiros e do BRASIL.
O BOSTA, sendo finalizado pelo Anderson
Esse atleta, digo, -melhor adotarmos um chamamento mais adequado ao Soonen- esse BOSTA (doravante o chamaremos por esse adjetivo, que condiz com a personalidade desse IDIOTA AMERICANO)  lutou contra o Anderson Silva, um dos mais completos atletas do segmento do esporte de toda a história. O BOSTA estava dopado na luta, com um anabolizante cavalar que deu a ele uma condição física fora do comum, para que pudesse enfrentar ao Spyder, como é conhecido o Anderson.
Pois bem, cabe lembrar que o Anderson lutou com uma costela quebrada, em um treino para o combate, e no final da luta, após ter sido submetido a um massacre, finalizou o BOSTA com um triângulo, que é um golpe do Jiu Jitsu que é um estrangulamento de pernas.
Humilhante!
O BOSTA antes da luta, não como um processo normal de produção e de marketing, como vemos freqüentemente em lutas de boxe, atacou moralmente e preconceituosamente ao lutador e ao BRASIL.
Chamou o Anderson de Macaco e proferiu inúmeros impropérios contra ao povo Brasileiro.
O BOSTA meio estragado após a luta com o Anderson
Novamente o BOSTA demonstra o seu total nojo em relação ao BRASIL quando tem oportunidade. Irá lutar desta vez com o Wanderley Silva, um dos maiores destruidores dos octágonos.
O BOSTA, com certeza será aniquilado, pois o Wanderley já está de saco cheio com tantas provocações e declarações preconceituosas.
Estou falando do BOSTA, para lembrar que neste ano teremos uma seção do UFC aqui no Brasil, precisamente no Rio de Janeiro, e caso o BOSTA compareça, terá enormes problemas para poder andar pelas ruas do Rio do Janeiro, acho mesmo que correrá risco de, sabe-se lá, topar com alguns amantes do esporte e que como vários brasileiros, poderão atacar o BOSTA.
Enfim, gostaria de dar um conselho ao BOSTA: fale o que quiser do Brasil e de nós brasileiros, mas fale bem longe daqui! Aqui, por mais incrível que pareça é onde o Jiu Jitsu se tornou um dos mais praticados esportes, onde há o maior número de filiados do mundo. Temos aqui atletas e um número incontável de brigadores de rua, inclusive ligados ao submundo do crime, o que poderá ser um problemaço ao BOSTA.
Cuide-se e não ponha o pé aqui no nosso País.

Nenhum comentário:

Postar um comentário