domingo, 19 de junho de 2011

Palavras de fogo




"A maioria das pessoas maldosas, que não sabem (nem querem aprender) se relacionar bem com os outros, se escondem invariavelmente atrás de algumas desculpas esfarrapadas, tais como: “sou uma pessoa muito franca, falo o que me vem à cabeça, e isso os outros não aceitam.” Ora, não temos de modo algum o direito de sair por aí dizendo tudo que nos vem à cabeça. Palavras ofendem, agridem, machucam. O curioso é que essas mesmas pessoas que alegam franqueza, nunca aceitam o que os outros, dizem sobre elas com a mesma franqueza. No fundo, são maldosas e anti-sociais mesmo. De gente assim eu tomo distância."

Crédito – Toni Vaz - visitem o site desse pensador, vale a pena! www.blogtonivaz.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário